Informações Gerais

Habilitação: Bacharelado em Ciências da Computação
Titulação: Bacharel em Ciências da Computação

Período: Diurno integral (matutino E vespertino);
Número de Vagas: 100 por ano, 50 por semestre;

Objetivo

O curso de Ciências da Computação tem por objetivo o fornecimento de sólida formação científica e tecnológica em computação, tornando-o apto a projetar e desenvolver produtos de informática

Documentação

  • Renovação atual de Reconhecimento – Portaria nº286/MEC, 21/12/2012 – publicado no DOU em 27/12/2012.
  • Reconhecimento do Curso – Portaria nº1.668/MEC, 07/10/2010.
  • Parecer criação= 1153, de 17/12/1976 – Gabinete do Reitor
  • Parecer reconhecimento= 147 – 17/02/1981 – Conselho Federal de Educação
  • Curso reconhecido pela portaria/MEC n. 233, de 25/03/1981, publicado no Diário Oficial da União de 30/03/1981
  • Curso Reconhecido pela Portaria nº 1.097 de 24.12.2015 e Publicado no D.O.U em 30.12.2015.

Duração do Curso

  • Duração Mínima: 7 semestres;
  • Duração Esperada/Desejada: 8 semestres;
  • Duração Máxima: 14 semestres;

Carga Horária Obrigatória

  • Total: 3672 ha
  • Optativas Profissionais: 432 ha

O que faz o Cientista da Computação (e seu benefício para a sociedade)

Os cientistas da computação são responsáveis pelo desenvolvimento científico (teorias, métodos, linguagens, modelos, entre outras) e tecnológico da Computação. Eles constroem ferramentas que são normalmente utilizadas por outros profissionais da área de Computação, responsáveis pela construção de software para usuários finais e projetos de sistemas digitais. Eles são também responsáveis pela infraestrutura de software dos computadores (sistemas operacionais, compiladores, banco de dados, navegadores entre outras) e software para sistemas embarcados, sistemas móveis, sistemas de computação nas nuvens e sistemas de automação, entre outros. Também são responsáveis pelo desenvolvimento de aplicações de propósito geral. Os cientistas da computação aplicam métodos e processos científicos para o desenvolvimento de produtos corretos. Sabem fazer uso da interdisciplinaridade, na medida em que conseguem combinar ciências, dando a elas um tratamento computacional (Ministério da Educação – MEC).