Estágios

 

Conforme Lei Federal 11.788, que dispõe sobre o estágio de estudantes, estágio é ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo de alunos que estejam freqüentando o ensino regular em instituições de educação. O estágio deve fazer parte do projeto pedagógico do curso, além de integrar o itinerário formativo do aluno, ou seja, o integrar o currículo do curso. O estágio poderá ser obrigatório ou não obrigatório. Estágio não-obrigatório é aquele desenvolvido com o atividade opcional, acrescida à carga horária regular e obrigatória. Esse acréscimo à carga horária obrigatória para integralização curricular costuma ocorrer na forma de disciplinas optativas ou de atividades complementares.

estágio curricular não obrigatório é o único previsto no Projeto Pedagógico do Curso de Ciências da Computação.  No caso do Curso de Ciências da Computação, o estágio curricular não-obrigatório é previsto para ser implementado pelas disciplinas INE5444 (Estágio Supervisionado I), com pré-requisito INE5417 (Engenharia de Software I) e também INE5445 (Estágio Supervisionado II), que integram o itinerário formativo do aluno e acrescentam carga horária regular e obrigatória à atividade de estágio. Uma vez que INE5417 está no 4o período do Currículo do Curso, o Projeto Pedagógico prevê que os alunos podem realizar estágio a partir do 5o período (após aprovados em INE5417). Não existe estágio desvinculado do currículo do Curso e das disciplinas optativas de Estágio Supervisionado I e II. Se você tiver dúvidas ou não se encaixar na regra definida pela Lei Federal 11.788, venha conversar com o Coordenador de Estágios.

As condições para um aluno realizar estágio incluem, dentre outras:  (i) comprovação de matrícula e frequência regular do aluno no curso; (ii) matrícula em uma das disciplinas de Estágio Supervisionado (INE5444 ou INE5445); (iii) compatibilização entre as atividades previstas no termo de compromisso e a área de formação do aluno; (iv) inclusão e registro da atividade de estágio no sistema informatizado de estágios da Universidade; (v) acompanhamento e avaliação, pelo professor orientador designado pela Universidade, das atividades desenvolvidas no estágio; e (vi) acompanhamento, pelo supervisor vinculado ao campo de estágio, das atividades desenvolvidas no estágio.

É importante lembrar que poderá ocorrer o desligamento do aluno do estágio quando, dentre outras: (i) em decorrência do descumprimento do plano de atividades de estágio; (ii) pela interrupção do curso de graduação na Universidade; (iii) se comprovada a insuficiência na avaliação de desempenho no órgão, na entidade concedente ou na instituição de ensino; e (iv) por conduta incompatível com a exigida pela entidade concedente ou pela instituição de ensino, como por exemplo baixo desempenho acadêmico (IAA<6.0 ou IPC<1.0) ou por reprovações durante o período de estágio.

Pode-se realizar estágio em ambientes de trabalho pertinentes ao desenvolvimento de atividades de aprendizagem profissional relacionadas com a área de formação e que complementem o perfil do egresso. As oportunidades de estágios para alunos do Curso de Ciências da Computação podem ser encontradas no website de estágios da UFSC. As unidades concecentes de estágio devem divulgar seus estágios no mesmo website.

 

Oficialização do Estágio

Todos os estágios realizados pelos alunos do Curso de Ciências da Computação devem ser cadastrados no SIARE (Sistema de Informação para Acompanhamento e Registro de Estágios) e a documentação, TCE (Termo de Compromisso de Estágio), PAE (Plano de Atividades do Estagio) ou RAENO (Relatório de Atividades do Estágio Curricular Não-Obrigatório), deve ser entregue na Coordenadoria de Estágios do Departamento de Ciências da Computação. Antes de iniciar um estágio, esteja certo de atender todos os requisitos e de ter todas as informações necessárias. As dúvidas em relação ao uso do SIARE poderão ser esclarecidas na Coordenadoria de Estágios do Curso pelo e-mail: computacao.estagios@contato.ufsc.br. O procedimento de oficialização do estágio é:

  • Procure o Coordenador/Comissão de Estágios para conferência de todos os requisitos para o estágio, para orientações gerais de procedimentos e para indicação de professor orientador de estágios;
  • O aluno acessa o SIARE e registra os dados do estágio não-obrigatório pretendido.  As informações necessárias devem ser conhecidas pelo estudante antes de solicitar o registro de estágio via SIARE. Especial atenção deve ser dada ao PAE (Plano de Atividades de Estágio), então aconselha-se seguir essas instruções de preenchimento;
  • O Coordenador de Estágio analisa e avalia a solicitação, em conformidade com o Projeto Pedagógico do Curso e, não havendo problemas, autoriza a geração dos documentos que institucionalizam o estágio. Não serão aceitos estágios que não tragam contribuição à formação profissional do aluno, em conformidade com o perfil do egresso estabelecido no Projeto Pedagógico do Curso;
  • O estudante gera e imprime, as vias, os documentos: Termo de Compromisso de Estágio (TCE) e Plano de Atividades do Estagio (PAE), colhe todas as assinaturas e entrega os documentos ao Coordenador de Estágios do Curso;
  • O Coordenador de Estágios recebe os documentos impressos e assinados, registra-os no SIARE. Após, entrega cópias ao aluno, sendo uma destas, destinada ao concedente/ofertante e outra, para sua própria comprovação.

Por ser um ato educativo escolar supervisionado desenvolvido no ambiente de trabalho, a jornada de estágio deve ser compatível com as atividades escolares e não pode ultrapassar quatro horas diárias e vinte horas semanais, sendo que a duração de um estágio curricular não poderá exceder dois anos. Além disso, o estagiário terá direito a trinta dias de recesso a cada doze meses de estágio, que deverá ser gozado durante o período de realização do estágio.

 

O Acompanhamento do Estágio

O estágio como ato educativo escolar supervisionado deverá ter acompanhamento efetivo por orientador designado pela Universidade e por supervisor indicado pela unidade concedente do campo de estágio, comprovado por vistos nos relatórios de atividades e por menção de aprovação final. A orientação de estágio será efetuada por docente cuja área de formação ou experiência profissional sejam compatíveis com as atividades a serem desenvolvidas pelo estagiário, previstas no termo de compromisso.  Compete ao Coordenador de Estágios apresentar o professor orientador como responsável pelo acompanhamento e avaliação das atividades do estagiário. A orientação de estágios poderá ocorrer mediante acompanhamento direto das atividades desenvolvidas pelo estagiário; entrevistas e reuniões, presenciais ou virtuais; contatos com o supervisor de estágio; avaliação dos relatórios de atividades.

Se você tiver qualquer problema em seu estágio, contacte seu professor orientador ou então o próprio Coordenador de Estágios do Curso.

O acompanhamento do estágio também deverá ser comprovado mediante a apresentação periódica pelo estagiário de relatório de atividades (RAENO) devidamente assinado pelo supervisor e pelo professor orientador, em prazo não superior a um período letivo.  No caso de estágio não obrigatório (que é o único caso no Curso de Ciências da Computação), o relatório de atividades deverá ser elaborado mediante acesso ao sistema informatizado de estágios da Universidade. A entrega do relatório de atividades é indispensável para permanência no estágio. Siga com atenção a essas orientações para preencher o RAENO. Alertamos  que a quantidade de vias (cópias) impressas deverão corresponder ao número de assinaturas do documento.

No âmbito da UFSC, os estágios dos alunos dos cursos de graduação são gerenciados pela Pró-Reitoria de Graduação, por meio do Departamento de Integração Acadêmica e Profissional (DIP). No âmbito dos Cursos, os estágios são gerenciados pelos coordenadores de estágio e comissões de estágios do curso. Dentre várias atribuições, cabe ao coordenador de estágio e às comissões de estágio:

  • coordenar as atividades de estágio do curso;
  • orientar os alunos sobre as exigências e os critérios para a realização dos estágios;
  • definir o professor orientador responsável pelo acompanhamento e avaliação das atividades do estagiário;
  • avaliar a adequação das instalações da unidade concedente do campo de estágio;
  • exigir do estagiário a apresentação periódica de relatório;
  • analisar os termos de compromisso de estágio observando a compatibilidade das atividades com o Projeto Pedagógico do Curso;
  • organizar a documentação relativa às atividades de estágio dos alunos do curso, mantendo-a à disposição da fiscalização;
  • firmar os termos de compromisso de estágio dos alunos do curso, como representante da Instituição de Ensino.

 

Coordenadoria e Comissão de Estágios de Curso

No Curso de Ciências da Computação, o Colegiado do Curso deliberou sobre a criação da Comissão de Estágios de que trata o § 1.o do Art. 29 da resolução normativa 73/2016/CUn,  e também a indicação de nomes para a referida Comissão, que inclui o Coordenador de Estágios, simultaneamente à definição do regulamento de estágio do curso (em conformidade com o Art 32 da mesma resolução), e à sua integração ao Projeto Pedagógico do Curso, que atualmente também está sendo reestruturado pelo Núcleo Docente Estruturante do Curso.

Na ausência (temporária) de professores interessados em quantidade suficiente para formação de Comissão de Estágios, e conforme indicação de nomes feita pelo Colegiado de Curso em 25/05/2017, através da portaria Nº 134/2017/SEC/2017 a Direção do Centro Tecnológico designou o professor Rafael Luiz Cancian para exercer as funções de Coordenador de Estágios do Curso de Graduação em Ciências da Computação até a data de 24/05/2019. O Coordenador de Estágios, prof.  Rafael Luiz Cancian, pode ser contactado para tratar de estágios pelo e-mail computacao.estagios@contato.ufsc.br, reuniões podem ser agendadas através da página da coordenadoria de curso. Você também pode procurá-lo nos horários de atendimento externo indicados no quadro de horários do Coordenador de Estágio.

 

 

Legislação

Os estágios são regulados pelas seguintes Leis, Decretos, Resoluções e Regimentos: